Target Go Treinamentos

Dicas da mamãe para o mercado de trabalho

Dicas da mamãe para o mercado de trabalho

O Brasil é um dos poucos países com potencial para se reerguer das crises com relativa velocidade. Isso se dá pelas características naturais, entre elas:

  • Capacidade produtiva no setor agrícola, onde tudo que se planta nasce e frutifica,
  • Riquezas minerais incomparáveis,
  • Natureza generosa que oferece clima ameno e temperado durante todo ano na maior parte do território nacional,
  • Uma das maiores faixas litorâneas do planeta,
  • Belezas naturais que encantam os turistas mais exigentes, etc.

Com isso, o Brasil configura um cenário de abundante pluralidade de possibilidades de negócios, logo, oferecendo inúmeras oportunidades de trabalho para seu povo.

Então por que o número de desempregados é tão grande?

Porque não olhamos o que nossa pátria mãe gentil nos oferece e nos despoja com tanta gentileza?

Porque, também, não observamos com atenção os ensinamentos que recebemos desde criança das nossas mamães?

Isso posto, proponho uma reflexão sobre os conselhos das nossas queridas mães:

1º conselho – “Vá estudar meu filho”

Estudos feitos pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) apresentado na Education at a Glance 2018,  identificaram que apenas 17% dos brasileiros tem ensino superior. Portanto, só esse requisito já é suficiente para colocar o candidato que tenha um diploma universitário nas mãos à frente de 83% dos seus concorrentes por uma vaga de emprego, o que nos leva a refletir sobre o conselho a seguir.

2º conselho – “Você não é todo mundo”

De fato, para não ser igualado a “todo mundo” é preciso apresentar diferenciais competitivos e com isso se destacar no mercado de trabalho. Alguns atributos como idade, cor de pele e aparência física que nascem conosco são fundamentais para algumas profissões. Mas, com criatividade e acreditando no próprio potencial é possível reverter a percepção dos padrões de beleza, haja visto o sucesso das modelos plus size.

Portanto, quando a mamãe diz “você não é todo mundo” ela quer que você se destaque positivamente do meio da multidão e isso é possível a partir do seu modo de agir. Nesse caso é importante aprimorar seu comportamento a partir dos seus Conhecimentos, Habilidades e Atitudes (CHA). A forma mais indicada para se apropriar de Conhecimento específico, desenvolver Habilidades profissionais e com isso reunir capacidade para Agir convenientemente, certamente será por meio de cursos complementares à formação universitária, caso já a tenha.

3º conselho – “Deixa de bobeira e vai ler alguma coisa que presta”

O nosso tempo é algo precioso. Devemos investi-lo em coisas produtivas para o nosso aprimoramento pessoal e profissional. Então, é muito importante que seja utilizado para apoderar-se de conhecimento útil a vida profissional e diversidade de conhecimento cultural, atualidades, economia, etc. Assim, você poderá participar ativamente de qualquer tipo de diálogo por estar inteirado dos assuntos mais relevantes e fazer suas colocações com propriedade.

Desse modo, vamos deixar de ser “papagaio de estórias” que se ouve nas filas dos caixas dos supermercados ou transportes públicos, porque os empregadores valorizam muito os colaboradores bem informados.

4º conselho – “Você precisa dar rumo nessa vida, ou vai acabar virando um João ninguém”

A palavra-chave é foco. É preciso ter clareza daquilo que se pretende ser na vida e definir um objetivo profissional a ser atingido. A partir dessa definição, estipular algumas metas de curto prazo e os meios pelos quais irá conseguir atingi-las é fundamental. Vamos tratar mais detalhadamente desse ponto no último conselho.

5º conselho – “Vai se vestir direito, está parecendo um molambento”

Como já diz o ditado “A primeira impressão é a que fica”. É claro que a mamãe sabe disso mais do que ninguém, por esse motivo preocupa-se com a aparência do filho e, em se tratando do mercado de trabalho, a primeira aparição que o candidato tem para o recrutador é seu currículo.

Ter significativo cuidado com a elaboração do currículo é determinante para superar a fase dos filtros de recrutamento. Sem um bom currículo o candidato não chega, sequer, no processo de seleção.

Um bom currículo precisa necessariamente ser bem escrito, sem erros de grafia, concordâncias verbais, etc. Outro ponto importante é dar mais destaque àquelas características requeridas para vaga pretendida. E nem precisa dizer que, se consta no currículo, tê-las é condição sine qua non.

Também é recomendável estruturar o currículo em blocos começando pelas referências pessoais, objetivo profissional, competências, desempenhos, realizações, formação escolar e finalizando com os cursos complementares. Um currículo enxuto e conciso facilita o trabalho do recrutador, assim, aproveite o significado de cada palavra.

6º conselho – “Não quero ver você em má companhia”

Nesse caso ela está se referindo ao networking e, selecionar seu círculo de amizade não é ser presunçoso. Além de ser fundamental para proteção e fortalecimento da sua imagem, deve ser coerente com suas crenças morais e éticas, responsáveis pela composição do caráter construído no seio familiar.

Atualmente as redes sociais têm contribuído tanto para o bem quanto para o mal na construção da imagem pessoal. Portanto, é preciso cuidado ao selecionar e manter o círculo de amizades pessoais e profissionais. Para o segundo grupo o LinkedIn é a melhor ferramenta, uma vez que todas suas funções promovem a troca de experiências na área laboral. Mas, fica a dica: não basta estar lá, é importante participar das discussões e produzir conteúdo correspondente a sua área de atuação.

7º conselho – “Já que não quer estudar vá aprender o inglês”

Uma nova língua por si só já é um excelente diferencial competitivo que lhe dará vantagens na fase de recrutamento. Existem vários métodos e escolas para se aprender uma outra língua. Certamente a quantidade de oferta de cursos acaba por refletir em seus preços. Nesse caso, como as ofertas de cursos de inglês são muito maiores, seus preços acabam sendo mais acessíveis, inclusive com ofertas de módulos gratuitos.

Mas, como diz minha mãe, “quando a esmola é demais o santo deve desconfiar”. Cuidado com as ofertas milagrosas de curto prazo ou cursos totalmente gratuitos. Uma boa alternativa, que também dá destaque no currículo com menor esforço e investimento de tempo e dinheiro, são os cursos da família Office do Windows, como o Excel.

8º conselho – “Deixa de ser teimoso e de nariz empinado, tenha mais jogo de cintura”

A maioria dos empregadores valorizam o colaborador que tem habilidades para realizar multitarefas. Então, seja flexível ao se deparar com propostas laborais, inicialmente não tão agradáveis, ou com uma atividade que não tenha domínio. Se permita inovar em competências ainda desconhecidas em você mesmo.

Estamos vivendo em um mundo de constantes mudanças cada vez mais velozes e temos que nos adaptar a elas, quanto maior for a disposição e comprometimento com a superação desses desafios mais fáceis serão batidos.

9º conselho – “Já que não me ajuda em nada, vai caçar o que fazer”

Uma boa ocupação, e que fará bem para sua alma além de ser um ótimo local para ampliar seu networking, é a prestação de serviços voluntários. Dedique um tempo da sua vida para essa atividade. Não deixe de relatar isso no seu currículo e nas entrevistas, deixando claro que é uma ocupação filantrópica que desempenha como lazer nas horas vagas e com muita responsabilidade social.

10º conselho – “Quando fizer 18 anos vai ter que virar gente grande, nem que seja na marra.”

Se ainda não tem seu futuro pessoal e profissional planejado, já passou da hora de fazê-lo e para isso é preciso seguir alguns passos indispensáveis:

  • Análise de cenário. Você não é a única pessoa no mundo. É preciso analisar o que acontece a sua volta para identificar as oportunidades de curto, médio e longo prazo e, claro não deixe de contemplar as possíveis ameaças, porque o mundo não é composto só de flores.
  • Diagnosticar e elencar as próprias competências que serão úteis para favorecer-se das oportunidades e te proteger das ameaças. Identificar suas fragilidades (acredite, elas existem e talvez sejam muitas) e corrigi-las para evitar que as ameaças te prejudiquem. Uma vez corrigidas, elas podem se tornar pontos fortes providenciais para tirar proveito das oportunidades.
  • Defina objetivos claros. Tenha metas de curto prazo e desafiadoras, mas atingíveis. Elas servirão como combustíveis te nutrindo de motivação na direção de seus objetivos.
  • Elabore estratégias e táticas para o atingimento dos seus objetivos e coloque-as em prática de forma bem organizada. Faça de maneira que lhe permita criar pontos de controle e meios de mensuração.
  • Seja resiliente. Bons planejamentos deixam de ser bem-sucedidos por serem abandonados frente aos primeiros obstáculos. Não romantize seu planejamento, obviamente existirão pontos a corrigir para chegar a perfeição.

 

Me. Rigonati, Luiz Carlos

[email protected]

[email protected]

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Bem-vindo!

Clique para conversar ou envie um e-mail para [email protected]

× Precisando de ajuda ?